Casa Lucena

Pensada para um casal que recebe filho e netos nas férias, a residência foi elevada do térreo para que as suítes recebam o constante vento vindo do mar no intuito de amenizar a sensação térmica, já que além do vento o sol é marcante na região.

Com uma planta linear a edificação em dois pavimentos foi implantada em apenas um dos lotes, para que o segundo lote fosse destinado ao plantio de árvores frutíferas e uma pequena horta. Mantendo assim a escala necessária a edificação para que não se perdesse em meio as demais construções da praia.

O pavimento térreo é um terraço para esse espaço aberto onde estão a garagem e um depósito voltados para a rua. A pequena lavanderia e a cozinha são os únicos ambientes fechados nesse pavimento. Pois onde o terraço / área de refeições é completamente aberto para o jardim.

Já o pavimento superior funciona quase como um apartamento independente do térreo e prima pela busca da vista e o vento vindos do mar , já que os lotes não eram de frente para o mesmo. Nele estão as duas suítes as quais estão separadas da área de estar por uma passarela. As arvores que estão nesse vazio trazem o jardim para cima, amenizando a sensação do espaço construído fechado.

Com relação a volumetria foi adotado o telhado de uma água, com telhas de barro, para que ao mesmo tempo que esse conserve a estética das casas de praia sem o viés modernista, das casas cubo, ele mantenha o máximo de conforto térmico no interior da edificação.

Ficha Técnica

Localização

Praia de Lucena / Parayba

Ano do projeto......................2010

Área do terreno....................720,00m²

Área da edificação...............232,00m²

Projeto de arquitetura - Gustavo Massimino

Estagiário – Pedro Coltro