Steluti Engenharia

Neste projeto de conversão de uma residência em um espaço comercial, para uma empresa de automação residencial, o conceito do trabalho foi criar um espaço onde os clientes tivessem a sensação que estivessem em casas, valorizando a integração de espaços internos e propiciando assim ao melhor entendimento dos produtos nas atividades do dia a dia de cada um.

O programa também deveria considerar ainda na edificação a área administrativa da empresa e um espaço exclusivo para os produtos corporativos da marca, todos de forma independente do espaço principal voltado para atender ao mercado residencial.

Localizada em um bairro residencial a edificação existente contem três pavimentos; inferior, térreo e superior, tendo um telhado de duas águas suportado por vigas em concreto na elevação para a rua, as quais marcam muito a volumetria da edificação. Como o projeto demandava uma celeridade no prazo de execução e a redução de custo, esse elemento foi mantida no projeto. A partir dessas diretrizes o projeto definiu que para cada pavimento haveria um função da empresa, inferior, administrativo, sendo que há acesso independente para os funcionários com vagas próprias. Nesse pavimento além da área de projetos, há sala de reuniões, diretoria, copa , depósitos dos equipamentos e uma pequena área técnica para calibragem dos equipamentos.

O pavimento Térreo foi pensado para ser um grande loft, com grande integração entre os ambientes e principalmente a área externa, sempre no intuito de remeter a situação mais próxima as que os clientes da marca terão em suas residências e de que forma nesse espaço conseguem operar as soluções da marca. Com isso foram criados dois pórticos em concreto nas duas fachadas, frentes e fundos para que fossem uma transição entre o espaço aberto e a volumetria tradicional da casa existente com o telhado em duas águas.

Ao fundo os caixilhos em vidro se abrem para o pátio como algumas das soluções adotadas em residências. Nesse pátio um pequeno SPA, foi inserido na piscina existente. Na elevação para a rua, esse pórtico recebe vidros opacos no intutito de ser uma grande luminária para a rua, marcando assim sua presença na escala urbana local, sem necessariamente o uso de muitos elementos de comunicação visual na fachada. Toda a edificação foi pensada para ser uma único elemento com o uso de massa cimentícia, em pisos, paredes e nas fachadas, buscando a maior unidade e atualizar a fachada da edificação.

No pavimento superior estão uma pequena sala de conferências para treinamentos de funcionários e clientes, além de uma suíte para locação dos equipamentos da linha corporativa, ao qual pode ser usada pelo proprietário aos finais de semana.

Ficha Técnica

Localização – Vila Madalena / São Paulo

Ano do projeto........................................2012

Área do terreno...............................380,00m²

Área da edificação..........................440,00m²

Projeto de arquitetura e interiores - Gustavo Massimino

Estagiário – Pedro Coltro